Espanhol Inglês
Blog / Nota Técnica | Equinos em cocheira e sua alimentação
03/07/2020

Nota Técnica | Equinos em cocheira e sua alimentação

Nota Técnica | Equinos em cocheira e sua alimentação

Autor: Méd. Veterinário Fernando Rebesquini Teixeira

Diretor Comercial Puro Trato Nutrição Animal

   Quando temos o desafio de alimentar animais fora de seu habitat, precisamos revisar o seu comportamento alimentar natural para conseguirmos implementar uma nutrição assertiva. Também compreender a finalidade deste indivíduo e suas atividades diárias para, assim, atender suas exigências nutricionais.

   Revisando a classificação dos equinos, sabemos que eles são considerados herbívoros monogástricos e avançando sobre o sistema digestivo, vamos perceber que existe uma digestão ácida e enzimática (estômago e intestino delgado), mas também uma digestão microbiana muito ativa (intestino grosso com seus compartimentos).

   Também devemos ter em mente que os equinos apresentam um comportamento alimentar bem definido: pequenas porções por grande período do dia. Com estas informações vamos conseguir montar um plano nutricional eficiente.

   A partir destas informações acima, podemos definir que a base nutricional do equino confinado deve ser o volumoso (que deve ser de qualidade). Os tipos de volumoso mais utilizados são os fenos de gramíneas e alfafa (que devem estar livres de mofo, e uma relação adequada entre folha e talo). Podem ser mesclados com pasto cortado (este geralmente com maior palatabilidade), assim fazendo uma mescla de forrageiras muito interessante. A quantidade diária deve ser de 1 a 1,5% PV de MS/dia (PV = Peso Vivo; MS = Matéria Seca). Assim, o adequado é disponibilizarmos volumoso grande parte do dia em sua cocheira. Esta oferta constante vai permitir que o consumo estimado seja permitido, além de muitos benefícios como o não desenvolvimento de vícios, maior salivação e consequentemente melhor tamponamento, redução drástica dos índices de distúrbio digestivo, enfim, saúde geral.

   Depois de definido o plano de oferta de forragem, entramos no fornecimento de concentrado, este com objetivo da suplementação! O concentrado deve ser a complementação da dieta e é com ele que vamos fazer o fechamento nutricional.

   Este alimento deve ser de extrema qualidade para evitarmos excessos e atendermos a categoria. As quantidades diárias vão variar conforme a categoria e tipo de produto utilizado. É importante trabalharmos com volumes de 1% a 1,5% PV/animal/dia e fracionarmos este alimento em 3 vezes, não ultrapassando 2,5Kg por refeição já que grande parte desta digestão acontece nos compartimentos iniciais do sistema digestivo e este tem tamanhos reduzidos, já que está preparado para receber alimentos de forma fracionada.

   A suplementação mineral é importante, pois trabalhamos com indivíduos e necessidades diferentes. As rações de boa qualidade já apresentam bons níveis mas é comum o animal necessitar de um reforço, tendo livre acesso, ele irá buscar.

   Não basta fornecermos bom alimento se não disponibilizarmos acesso hídrico e de boa qualidade, pois água é vital! O consumo estimado será de 2 a 3 litros de água/Kg de MS ingerida.

   Lançando mão destas e outras informações como: a categoria;  atividades diárias do seu equino; regularidade em todos os dias da semana; e, um bom esquema sanitário, obterá sucesso e vida longa ao seu equino.

   Consulte nossa equipe técnica e solicite uma visita em sua propriedade!

 

TAGS: Equinos
Tags
Bovinos de corteBovinos de leiteCãesEquinosGatosPeixes
J A Teixeira Veterinária Ltda. Indústria de Rações para Animais de Produção: Av. Angelo Santi, 1615. Santo Augusto, RS. Tel.: (55) 3781-3467 / 3781-3476
Indústria Pet Food. Rua Alberto Sperotto, 65. Distrito Industrial - Santo Augusto, RS. tel.: (55) 3781-4366 / 3781-3329